Dístico da Igreja Evangélica Brasiliera
Igreja Evangélica Brasileira
Datas Comemorativas
22 de Março de 1987
32º aniversário do estabelecimento da Congregação de Pitangueiras -SP

A Igreja Evangélica Brasileira foi chamada à existência para pregar aos homens a Verdade, mostrando-lhes o caminho, que, seguido, os conduzirá à vida. Procura induzí-los a trilhar a senda que os levará aos pés do seu divino Mestre e Senhor. Concita-os, assim, a procurar no próprio Deus, fonte perene do bem, aquilo que os tornará eternamente felizes: a graça divina que, por jamais ter fim, sobrepuja a todas as coisas que, sendo terrenas, são para eles coisas efêmeras e passageiras.

É proibida a cópia de imagens, textos ou reprodução de qualquer tipo, sem prévia autorização.

Correio Eletrônico: webmaster@igrejaevangelicabrasileira.com.br

© 2000 - 2019 Todos os direitos reservados

Notas


"A Igreja deve ser o farol, a luz; nela deve residir a Lâmpada, mas não apagada e, sim, com óleo. Só por essa forma "as nações caminharão à sua luz: e os reis da terra lhe trarão a sua glória e a sua honra. E a suas portas não se fecharão de dia; porque noite não haverá ali. Trazer-lhe-ão, também, a glória e honra das nações. Não entrará nela coisa alguma contaminada, nem quem cometa abominação ou mentira, mas somente aqueles que estão escritos no livro da vida do Cordeiro" (Apocalípse 21:23-27).

Ensino ministrado pelo Doutor Miguel no livro O Cristo no Júri (pág. 217 Ed. 1991)



O livro "O Cristo no Júri", escrito pelo Doutor Miguel em 1891, encontra-se disponível para download.


"O Cristo no Júri foi escrito pelo Doutor Miguel para ensino dos homens aqui na Terra e aqueles que nesta Casa se congregam para adorar a Deus em espírito e verdade, nesse livro encontrarão muita cousa que instrui em sua vida espiritual."

Rev. Israel Vieira Ferreira em 15 de março de 1957


O livro "Álbum de Portugueses e Brasileiros Eminentes", encontra-se disponível para download.


Este livro contém a biografia do Doutor Miguel, editada em Lisboa nos anos de 1891 e 1892, pela empresa do Álbum de Portugueses e Brasileiros Eminentes em seus fascículos XVII e XVIII respectivamente, impressos originalmente na Tipografia Portuense (Portugal).