Família Santa

Escreveu sobre D.Isabel n’O TRABALHO, ano II , n.º 2 , de 11 de outubro de 1902, o então Pastor da Igreja Rev. Dr. Luiz Vieira Ferreira, o seguinte :

“ Às 10 horas da noite de 15 de setembro p. passado deixou este mundo de misérias e dores e foi recolhida ao reino da glória a nossa irmã D.Isabel, que por suas assinaladas virtudes era considerada como tipo da Igreja Evangélica Brasileira e extremosamente amada por todos os seus membros como boa e respeitável mãe.
Nascida em Bristol em Inglaterra no dia 29 de fevereiro de 1856, veio ainda menina para o Brasil com seus pais Henry Burgum e Hannah Burgum, que aqui no Rio faleceram.

Aos 23 anos de idade, sendo membro professa da Igreja Presbiteriana, dela separou-se para constituir com o Doutor Miguel Vieira Ferreira e outros irmãos na fé, a Igreja Evangélica Brasileira que se incorporou no dia 11 de setembro de 1879, sob o Pastorado desse inolvidável e saudoso doutor, de quem foi dedicada cooperadora em todos os mais penosos trabalhos de propaganda evangélica e da instrução escolar.

O seu caráter dócil , o seu gênio paciente e meigo impunham a sua amizade a todos quantos dela se aproximaram, bem como a severidade dos seus costumes e dos seus hábitos simples e despretensiosos a tornavam digna da veneração e respeito que todos lhe tinham.

Todas essas qualidades, que ornavam naturalmente a sua pessoa, granjeavam-lhe um amor profundo na Congregação, que a tomou como um tipo das virtudes de uma fiel serva de Cristo, de uma filha de Deus , e desse modo a guarda no coração e na memória como um grande exemplo de misericórdia de Deus agraciando singularmente as suas criaturas com o espírito santificador que nos envia Jesus.

No dia 24 de setembro de 1882 uniu-se ao Doutor Miguel como esposa , por um compromisso solene que tomaram diante de Deus e da Igreja, que nesse ato ouviu de cada um de seus membros o juramento de aceitar esse consórcio como isento de qualquer fundo criminoso, e antes como expressão de uma vontade soberana, conhecida e decretada nos juízos inescrutáveis de Deus. Desse consórcio nasceu a 4 de setembro de 1883 um menino que tomou o nome de Israel, hoje com 19 anos.

Quando a 20 de setembro de 1895 o Doutor Miguel recolheu-se à Pátria Celestial , D.Isabel e seu filho incorporaram-se à família do Dr. Luiz Vieira Ferreira, onde sempre gozaram de sincero e fraternal amor.
       Foi desse lar abençoado que a saudosa irmã passou à mansão da felicidade perfeita, sem que a cruel e dolorosa enfermidade , que a vitimou , pudesse quebrantar-lhe a fé, nem diminuir a manifestação do seu amor por Jesus e sua Igreja, pois essa ditosa irmã podia dizer como o apóstolo Paulo aos Corintios : “ Sabemos que se a nossa casa terrestre desta morada for desfeita, temos de Deus um edifício, casa não feita por mãos humanas, que durará sempre nos Céus”.
      E para prova dessa alta preparação por Jesus efetuada na sua dileta serva , permitiu Deus que uma enfermidade penosíssima tornasse manifesta a paz de uma alma santificada, que no meio dos maiores sofrimentos se conserva firme na fé e se reputa feliz com Jesus”.

(Fasc. III, 3ª ed., 3º parte)

Família Santa

Dona Isabel junto com o Doutor Miguel
e o Filho da Promessa - Israel